WhatsApp para de funcionar em alguns aparelhos em 2021; veja lista

Desde 1º de janeiro, o WhatsApp parou de funcionar em alguns modelos mais antigos de smartphones.

Por isso, se você é daqueles que costuma passar alguns anos sem trocar de aparelho, é bom se prevenir. O encerramento anual do suporte do aplicativo para algumas versões mobile não é novidade para o público, mas agora há um diferencial: esta será a primeira vez em que o primeiro iPhone, lançado em 2007, não poderá rodar o app de mensagens.

Confira a lista dos “cancelados”:

  • iPhone (1ª geração)
  • iPhone 3G e 3GS
  • iPhone 4
  • LG Optimus Black (e modelos anteriores)
  • Motorola Droid Razr
  • Samsung Galaxy S2
  • HTC Desire
Primeira versão do iPhone ficará sem acesso ao WhatsApp. Crédito: marleyPug/Shutterstock

Já os seguintes aparelhos continuarão rodando o WhatsApp normalmente, desde que estejam com o sistema operacional atualizado. Será necessário iOS 9 ou Android 4.0.3 para os modelos:

  • iPhone 4S
  • iPhone 5 e 5S
  • iPhone 6 e 6S
  • LG Lucid
  • Motorola Droid 4
  • Sony Xperia Pro
  • HTC Sensation
  • HTC Thunderbolt 4G
  • Samsung Galaxy Note
  • Samsung Galaxy S3 (e modelos posteriores)

Usuários de smartphones com KaiOS, inclusive donos de JioPhone e JioPhone 2, também devem ficar de olho. O sistema, baseado em Linux, precisará estar rodando a versão 2.5.1 ou uma mais recente para poder ter acesso ao aplicativo de mensagens.

Vale lembrar que aparelhos com Windows Phone não suportam o app desde o fim de 2019.

Fonte: Olhar Digital

Segurança e a reciclagem de números: por que você nunca deve depender do SMS

'Invasão' acidental de conta no Facebook devido a número reciclado acende alerta sobre os riscos de depender do seu telefone para autenticação

Renato Santino 19/11/2020 06h00 (Olhar Digital)

Quantas vezes no último ano você se cadastrou em um aplicativo que pediu seu número telefônico como método de autenticação? Há vários anos, esse se tornou um mecanismo bastante popular de verificação de identidade; para alguns serviços, é a forma principal, superando até mesmo o e-mail.

Isso traz alguns problemas, exemplificados por um relato do leitor Edenilton Soares, especializado em segurança da informação. Ele conta que conseguiu acessar a conta de outro usuário do Facebook devidoa uma fragilidade neste sistema de autenticação.

O "ataque" foi acidental. Bastou adquirir um chip da operadora TIM e começar a usar o novo número. Quando foi tentar cadastrá-lo no Facebook, a rede social detectou que aquele telefone já estava vinculado a uma conta e ofereceu os mecanismos para resetar a senha e retomar o acesso.

Ou seja: o número telefônico do usuário original da conta expirou e foi reciclado pela operadora. Quando ele foi repassado para outra pessoa, serviços que utilizam o celular como ferramenta de autenticação passaram a ficar expostos, permitindo que as contas ficassem vulneráveis e acessíveis ao novo dono do número.

Telefone não é feito para ser seguro

Soares relatou o problema para o Facebook por meio do programa de Bug Bounty, que oferece recompensas em dinheiro para quem reporta vulnerabilidades à empresa, para que ela possa solucioná-los e proteger a base de usuário.

A resposta do Facebook, neste caso, foi que este tipo de vulnerabilidade é uma preocupação da empresa, mas não é algo que está sob seu controle. O Olhar Digital apurou que, de fato, a rede social não considerou a falha apontada como válida para o programa de Bug Bounty.

A rede social diz que não há como acompanhar operadoras que reemitem cartões SIM ou se um usuário perdeu acesso ao número de telefone vinculado ao seu perfil. A única forma de se manter seguro, segundo as recomendações do próprio Facebook, é manter as informações de contato atualizadas e tomar outras precauções, como ativar autenticação de dois fatores e alertas de login.

A própria Anatel defende que a prática de reciclagem de números telefônicos é permitida no Brasil e regulamentada na Resolução nº 709/2019, então é importante para o usuário se precaver contra essa questão, com a utilização de autenticação em duas etapas.

Essas recomendações funcionam para lembrar usuários que o sistema telefônico não foi criado para ser seguro, e não conta com proteções para garantir que mensagens de SMS e ligações não sejam interceptadas. O simples fato de que um mecanismo de autenticação pode ser tirado da mão de um usuário porque ele não fez uma recarga do seu plano pré-pago dentro de um prazo determinado é um sinal de que ele não é confiável o bastante.

Neste caso específico do Facebook, o acesso ao perfil alheio foi feito de forma acidental, mas já é amplamente demonstrado que o protocolo telefônico é frágil, especialmente com um sistema chamado SS7, usado no mundo inteiro desde os anos 1970. Suas vulnerabilidades já são conhecidas, e os métodos de ataque podem, por exemplo, possibilitar tomar controle total de uma linha telefônica temporariamente. Isso permite, por exemplo, desviar códigos de recuperação de senhas ou de autenticação em duas etapas.

O vídeo abaixo demonstra um ataque bem-sucedido em que um especialista consegue tomar o controle de uma conta do WhatsApp interceptando a mensagem SMS utilizada para validar o acesso.

Empresas têm recomendado evitar

A vulnerabilidade do sistema telefônico é inclusive conhecida pela indústria de tecnologia, apesar de muitos ainda permitirem o uso de SMS para validar identidade. Não é à toa que recentemente a Microsoft recomendou que os usuários evitem o uso do seu próprio número como método de autenticação.

Em artigo publicado na semana passada, diretor de Segurança de Identidade da empresa, Alex Weinert, descreve como é fácil não só manipular o sistema telefônico a favor de um ciberataque, como também é um tipo de autenticação que facilita a engenharia social, enganando o usuário para que ele entregue informações a um criminoso sem que a vítima perceba que está sob ataque.

Para piorar, além da fragilidade em termos de segurança, existe o fato de que as redes telefônicas não são necessariamente estáveis, o que pode afetar o recebimento de códigos de autenticação. Em algumas regiões, esses problemas podem afetar a entrega de até 50% das mensagens, o que torna o SMS um mecanismo inviável de autenticação.

Esse acumulado de problemas faz com que hoje não se recomende mais receber códigos de autenticação por SMS. A opção mais recomendada, no caso da autenticação em duas etapas, é o uso de um aplicativo gerador de códigos, como Authy, Google Authenticator, Microsoft Authenticator, e outros. Eles geram cifras localmente, sem depender de internet ou da rede telefônica.

Já para recuperar uma senha perdida, existem outros métodos mais seguros que não dependem da linha telefônica. O uso do endereço de e-mail conta com um nível de proteção mais alto, com potencialmente duas camadas de autenticação.

Xiaomi traz celular com bateria que dura dois dias ao Brasil

O novo Redmi 9 é um smartphone Android que tem câmera traseira tripla e uma das maiores capacidades de bateria do mercado na atualidade

Por Lucas Agrela (EXAME.com)| Publicado em: 29/07/2020 às 19h38 | Alterado em: 29/07/2020 às 19h54

Xiaomi: Redmi 9 tem bateria de mais de 5.000 mAh (Xiaomi/Divulgação)

A Xiaomi traz ao Brasil nesta semana o novo Redmi 9, um smartphone intermediário com bateria de 5.020 mAh, uma das maiores capacidades do mercado na atualidade. A fabricante promete duração de bateria para dois dias de uso com uma única recarga.

O celular tem sistema operacional Android, tela de 6,2 polegadas com resolução Full HD+, processador octa-core MediaTek Helio G80, 64 GB de armazenamento e 4 GB de RAM.

A câmera traseira do Redmi 9 é tripla, sendo uma delas comum (com ângulo de captura de 80 graus e 13 megapixels), uma ultra-grande angular (com 120 graus de captura e 8 megapixels) e uma macro, de 2 megapixels, para tirar fotos a 3 cm de distância.

O novo smartphone da Xiaomi compete com o Galaxy A51, da Samsung, que também conta com câmera traseira tripla e bateria com capacidade de 4.000 mAh. O preço sugerido do Redmi 9 é de 1.899 reais.

Xiaomi além do celular

A chinesa Xiaomi está no país desde 2019 e conta hoje com 22 modelos de smartphones diferentes e um total de 372 produtos, entre eles balança inteligente, patinete elétrica e pulseira para exercícios físicos.

Fonte: EXAME.com

Nova vulnerabilidade crítica no Android pode afetar milhões de aparelhos

Falha permite que hackers mascarem aplicativos maliciosos, tendo acesso a informações pessoais do usuário

A empresa de pesquisa de segurança norueguesa Promon descobriu uma nova vulnerabilidade crítica que pode afetar uma grande quantidade de smartphones Android. A falha permite que hackers mascarem aplicativos maliciosos como qualquer outro e, dessa forma, rastreiem o usuário tendo acesso a informações pessoais.

Chamada StrandHogg 2.0 e com o número CVE-2020-0096, a vulnerabilidade está presente em todos os celulares com Android, com exceção daqueles que possuem a versão mais recente do sistema operacional, o Android 10. Isso quer dizer que milhões de dispositivos podem ser afetados, já que o Google afirmou que apenas 16% dos 2,5 bilhões de dispositivos tiveram a última versão instalada.

A mesma empresa norueguesa descobriu a StrandHogg original no fim de 2019. Segundo os especialistas, a falha era usada para roubar informações bancáriassenhas, logins e monitorar a atividade do usuário. Segundo a Promon, o StrandHogg 2.0 permite ataques ainda mais complexos.

Via: GizChina

Fonte: Olhar Digital

WhatsApp: Modo Escuro finalmente chega para todos

Tão mítico quanto o Curupira, o Modo Escuro do WhatsApp finalmente saiu da dimensão das lendas da internet para se fazer presente na vida dos seus bilhões de usuários ao redor do mundo nesta terça-feira (03).

O mensageiro já vinha testando a interface alternativa no Android e no iOS com grupos seletos de usuários, e agora começou a liberar gradualmente sua primeira versão estável com o modo escuro para todos.

É importante notar que essa atualização está em processo de distribuição, e pode ser que você ainda não tenha a recebido ou mesmo a tenha disponível para baixar na Play Store ou App Store.

whatsapp
Imagens oficiais da nova interface do mensageiro (Reprodução/WhatsApp)

Seja como for, o design da nova interface escura é exatamente aquele que já vimos nos testes do recurso nas versões beta do app. Em seu blog oficial, o WhatsApp destaca que essa mudança foi pensada para reduzir o cansaço visual do usuário que interage com seu smartphone por muito tempo.

Em um vídeo promocional feito especialmente para o Modo Escuro, o WhatsApp mostra pessoas usando o novo celular em quartos escuros, destacando a vantagem que a nova interface traz.

Como ativar o Modo Escuro no WhatsApp

Os usuários do Android 10 e iOS 13 podem ativar o modo escuro diretamente nas configurações de seus aparelhos. No Android 9 ou versões anteriores do Robô, é preciso abrir as “Configurações” do próprio WhatsApp, tocando em “Conversas” e, em seguida, selecionando “Tema”. O Modo Escuro estará disponível em seguida.

Em outra oportunidade, nós ainda ensinamos você como usar o Modo Escuro no WhatsApp mesmo que seu celular ainda não tenha recebido a nova atualização.

E aí? Gostou do modo escuro ou você ainda não conseguiu baixar a novidade? Conta pra gente na seção de comentários.

Fonte: Tecmundo

Afinal, o que faz o modo avião?

Quem viaja frequentemente de avião já está acostumado: antes da decolagem, os comissários de bordo orientam todos os passageiros a colocarem seus celulares no modo avião. Mas o que isso realmente significa?

A ativação do modo avião faz que o celular pare de emitir todos os sinais que geralmente emite, como Wi-Fi, 4G, bluetooth e outros. Isso garante um “caminho aberto” para que o piloto se comunique com a central de voo.

Do ponto de vista do piloto e daqueles que comandam o voo, celulares que não estão em modo avião emitem sinais que podem interferir na comunicação da equipe com os sistemas dos aeroportos.

No caso de apenas um aparelho estar sem o modo avião ativado, os sinais emitidos por ele não devem ter impacto significativo no voo. Já em um cenário em que dezenas de dispositivos estejam emitindo sinais ao mesmo tempo, isso vai causar uma sobrecarga. E é aí que está o problema: isso pode afetar o avião quando ele estiver em momentos críticos, como quando ocorre a comunicação remota e digital com os aeroportos.

Isso porque, assim como qualquer tecnologia, existe um limite de quantidade de sinal que o sistema de um avião pode suportar. Durante um voo, o modo avião reduz consideravelmente esse volume e permite que diferentes interfaces funcionem normalmente. É uma situação semelhante à que ocorre quando muitas pessoas utilizam o sinal de um mesmo roteador: algumas delas podem não alcançar a conexão desejada.

Os momentos de maior comunicação entre piloto e central de voo ocorrem na decolagem e na aterrissagem. Por isso, é importante que os celulares a bordo da aeronave estejam em modo avião nessas ocasiões.

As aeronaves modernas têm uma grande quantidade de sistemas, que estão cada vez mais digitalizados. Todas as interfaces presentes na cabine de voo se comunicam o tempo todo, seja por fibra ótica, comunicação sem fio ou cabo. E elas podem ser afetadas se uma carga de sinal muito grande atuar sobre elas. Seria exatamente o que ocorreria se houvesse diversos smartphones em um mesmo lugar com o modo avião desativado.

Desligar apenas o Wi-Fi ou o 4G diminui a quantidade de sinais emitidos pelo celular, mas não garante a mesma segurança que ativar o modo avião.

Para quem acha ruim a necessidade de ativar o modo avião ao embarcar para uma viagem, as notícias são boas: ele não deve durar para sempre. Com o avanço das tecnologias de blindagem de sinal das aeronaves, é provável que em algum momento os passageiros não precisem mais ativá-lo em decolagens e pousos.

Fonte: Olhar Digital

Galaxy Z Flip está em processo de homologação pela Anatel

Novo celular dobrável da Samsung deve ser mais acessível que seu antecessor Galaxy Fold

Galaxy Z Flip está em processo de homologação pela Anatel

A Samsung anunciou seu primeiro smartphone dobrável, Galaxy Fold, pelo preço de R$ 12.999. Porém, a empresa já anunciou o seu segundo smartphone com a tecnologia, o Galaxy Z Flip, e espera-se que ele seja lançado no evento Unpacked, que vai acontecer em 11 de fevereiro, e mais acessível que seu antecessor. Para aqueles que estão interessados, o modelo já está em processo de homologação pela Anatel.

O sitePinguins Móveisencontrou o número de modelo SM-F700F/DS, apontado por diversas fontes por ser referente ao Galaxy Z Flip, no sistema da Agência Nacional de Telecomunicações. O aparelho ainda não foi aprovado e não recebeu nenhuma documentação ainda.

As características do smartphone já estão vazando na internet. Segundo Ishan Agarwal, o modelo será equipado com uma tela dobrável de 6,7 polegadas com painel Dynamic AMOLED. Além disso, o celular deve ter processador Snapdragon855+, 256 GB de armazenamento, Android 10 com One UI 2.1 e câmera “frontal” de 10 MP.

Segundo o siteXDA Developers, a tela vai possuir o vidro ultrafino da Samsung, conjunto de câmera externa com dois sensores, um principal de 12 MP e outra lente ultra-wide, além de leitor de digital na lateral. Na parte externa, uma pequena tela de uma polegada pode servir como visor para selfies e mostrar a hora, data e nível de bateria.

Fonte: Olhar Digital

Os melhores apps para iPhone, iPad e Mac em 2019, segundo a Apple

Na última segunda-feira (02), a Apple realizou um evento para anunciar os apps e games vencedores de sua premiação anual "App Store: Bests of 2019".

Na última segunda-feira (02), a Apple realizou um evento para anunciar os apps e games vencedores de sua premiação anual "App Store: Bests of 2019" para os seguintes produtos: iPhoneiPadMacApple TV e Apple Arcade. “Os desenvolvedores de todo o mundo nos inspiram com aplicativos inovadores que têm o poder de influenciar a cultura e mudar nossas vidas.” “Os vencedores dos Melhores Aplicativos e Jogos da App Store de 2019 refletem nosso desejo global de conexão, criatividade e diversão”, disse Phil Schiller, vice-presidente de Marketing da companhia.

Na seleção de apps de 2019, a Apple optou por recursos com foco em criatividade e design, com o Spectre, Flow Moleskine (versão digital da marca de caderninhos), Affinity (ferramenta para publicação) e The Explores (voltado para criação de fotos e vídeos de paisagens naturais do mundo todo). Enquanto na categoria de games, destacou títulos de criadores premiados, como o Sky: Children of the Light e Hyper Light Drifter, e com dose de aventura e música. Veja as listas completas:

Melhores apps de 2019

Spectre Camera foi destaque de app para iPhone. (Fonte: Apple)

iPhone: Spectre Camera

iPad: Flow por Moleskine

Mac: Affinity Publisher

Apple TV: The Explorers

Melhores jogos de 2019

O game Sky: Children of the Light ganhou como melhor jogo para iPhone. (Fonte: Apple)

iPhone: Sky: Children of the Light

iPad: Hyper Light Drifter

Mac: GRIS

Apple TV: Wonder Boy: The Dragon’s Trap

Apple Arcade: Sayonara Wild Hearts

A companhia de Cupertino ainda apresentou os 10 apps mais baixados, gratuitos e pagos, para iPhone e iPad em 2019; veja:

iPhone — top apps gratuitos

YouTube foi destaque em dispositivos iOS em 2019. (Fonte: Unsplash)

1. YouTube

2. Instagram

3. Snapchat

4. TikTok

5. Messenger

6. Gmail

7. Netflix

8. Facebook

9. Google Maps

10. Amazon

iPhone — top apps pagos

Facetune dominou ranking de apps pagos. (Fonte: Facetune/Divulgação)

1. Facetune

2. HotSchedules

3. Dark Sky Weather

4. The Wonder Weeks

5. AutoSleep Tracker for Watch

6. TouchRetouch

7. Afterlight

8. Procreate Pocket

9. Sky Guide

10. Toca Hair Salon 3

iPad — top apps gratuitos

1. YouTube

2. Netflix

3. Amazon Prime Video

4. Google Chrome

5. Hulu

6. Messenger

7. Gmail

8. Facebook

9. TikTok

10. Calculadora

iPad — top apps pagos

O app de design Procrate foi o mais baixados em iPads neste ano. (Fonte: Procreate/Divulgação)

1. Procreate

2. Notability

3. GoodNotes 5

4. Duet Display

5. Toca Hair Salon 3

6. Toca Life: Neighborhood

7. XtraMath

8. PDF Expert 7: PDF Editor

9. LumaFusion

10. Affinity Designer

Da mesma forma, a Apple fez o ranking dos 10 games mais baixados para os dispositivos móveis em 2019; confira:

iPhone — top games gratuitos

Lançado neste ano, Mario Kart Tour foi sucesso dentre os games gratuitos. (Fonte: Nintendo/Divulgação)

1. Mario Kart Tour

2. Color Bump 3D

3. aquapark.io

4. Call of Duty

5. BitLife – Life Simulator

6. Polysphere – art of puzzle

7. Wordscapes

8. Fortnite

9. Roller Splat!

10. AMAZE!!

iPhone — top games pagos

Minegraft dominou a lista dos mais baixados tanto para iPhone quanto para iPad. (Fonte: Flickr)

1. Minecraft

2. Heads Up!

3. Plague Inc.

4. Bloons TD 6

5. Geometry Dash

6. Rebel Inc.

7. The Game of Life

8. Stardew Valley

9. Bloons TD 5

10. Grand Theft Auto: San Andreas

iPad — top games grátis

1. Roblox

2. aquapark.io

3. Paper.io 2

4. Color Bump 3D

5. Magic Tiles 3: Piano Game

6. Fortnite

7. Polysphere – art of puzzle

8. Wordscapes

9. Tiles Hop – EDM Rush

10. Helix Jump

iPad — top games pagos

1. Minecraft

2. Geometry Dash

3. Bloons TD 6

4. Plague Inc.

5. Amazing Frog?

6. Stardew Valley

7. The Game of Life

8. Heads Up!

9. Terraria

10. Bendy and the Ink Machine

Fonte: TecMundo

14 jogos leves e divertidos para celular Android e iPhone

Confira quatorze jogos mobile para usuários que têm aparelhos menos potentes ou que precisam economizar espaço na memória

Jogos para celulares Android e iPhone (iOS) têm se tornado cada vez mais elaborados, porém ainda há uma parcela do público que não tem aparelhos potentes o suficiente para esses games. Títulos como Angry Birds e Helix Jump são simples e não precisam de um celular potente para funcionarem. Veja, a seguir, uma lista de jogos mobile mais leves tanto para usuários que têm aparelhos mais antigos ou simplesmente para aqueles que preferem experiências mais tranquilas.

Vortex Chain

Colorido, divertido e super desafiador. Vortex Chain é um jogo de nave bem diferente, onde você poderá controlar até 4 naves ao mesmo tempo e deverá destruir ou se esquivar dos obstáculos que estiverem em seu caminho. Desenvolvido por Lascante Games. Disponível para download em: Google Play

Vortex Chain
Foto: Reprodução/Google Play

Crossy Road

Inspirado no antigo título Frogger lançado para fliperamas e Atari 2600, Crossy Road é um game de jogabilidade simples no qual seu objetivo é atravessar um longo trajeto com uma galinha ou outros personagens. Com um controle acessível que pode ser manuseado com apenas uma mão, Crossy Road requer reflexos e paciência para esperar o melhor momento de cruzar uma área perigosa sem cair na água ou acabar atropelado. Há ainda uma versão com personagens da Disney chamada de Disney Crossy Road.

Crossy Road traz de volta o conceito do clássico Frogger com muita diversão — Foto: Reprodução/Google Play
Crossy Road traz de volta o conceito do clássico Frogger com muita diversão — Foto: Reprodução/Google Play

Pocket Mortys

Baseado na popular série animada Rick & Morty, Pocket Mortys brinca com o infinito multiverso da franquia no qual existem várias versões de Mortys. O game é um RPG paródia dos jogos de Pokémon, especialmente dos clássicos games do GameBoy, com uma pitada extra do tradicional humor de Rick para apimentar.

Em Pocket Mortys jogadores podem reunir Mortys como se fossem Pokémon — Foto: Reprodução/Google Play

Em Pocket Mortys jogadores podem reunir Mortys como se fossem Pokémon — Foto: Reprodução/Google Play

Gun Polygon

Gun Polygon é tanto um jogo de quebra-cabeça quanto um jogo de tiro. Você tem que atirar no polígonos que estão caindo para impedir que eles toquem a linha vermelha na base da tela, mas você só conseguirá destruí-los se sua arma estiver com a mesma cor que eles. Desenvolvido por Lascante Games. Disponível para download em: Google Play

Foto: Reprodução/Google Play

Robot Unicorn Attack

Um clássico da época dos games em flash do Cartoon Network, Robot Unicorn Attack é um jogo de corrida infinita no qual o jogador controla um unicórnio e precisa desviar de obstáculos ou destrui-los. A jogabilidade e trilha sonora são especialmente viciantes e quanto mais o usuário avança, mais rápido fica o ritmo.

Robot Unicorn Attack traz um charme especial para os games de corrida infinita — Foto: Reprodução/Google Play
Robot Unicorn Attack traz um charme especial para os games de corrida infinita — Foto: Reprodução/Google Play

Stranger Things The Game

A série da Netflix que se passa nos anos 80 ganhou um divertido jogo gratuito para smartphones que também se inspira bastante nessa época. Com gráficos retrô e uma jogabilidade que lembra alguns dos maiores clássicos do Nintendo 8 Bits, Stranger Things The Game reconta alguns dos mais importantes momentos da série com uma dose de combate e quebra-cabeças que remete a The Legend of Zelda.

Baseado na série da Netflix, o game de Stranger Things presta homenagens aos clássicos dos 8 Bits — Foto: Reprodução/Google Play
Baseado na série da Netflix, o game de Stranger Things presta homenagens aos clássicos dos 8 Bits — Foto: Reprodução/Google Play

Tree Rush

Este pequeno robô tem a importante missão de coletar o máximo de árvores que conseguir. Infelizmente, o lugar para o qual ele foi enviado é extremamente perigoso. A razão para isso é a presença de inúmeras e estranhas shurikens que podem impedi-lo de completar a missão. Desenvolvido por Lascante Games. Disponível para download em: Google Play.

Foto: Reprodução/Google Play

CodyCross

O game de palavras cruzadas CodyCross oferece uma opção leve de diversão com um extra de informação e curiosidades. Assim como em um jogo tradicional de palavras cruzadas, é preciso responder uma pergunta preenchendo quadrados com as letras de uma palavra. A grande diferença é que, se o jogador não souber uma resposta, ele não ficará totalmente travado, pois acertar outras palavras irá desbloquear algumas letras em outras linhas para servir de dica.

CodyCross é uma divertida evolução das palavras cruzadas que testa seu conhecimento e ajuda a aprender — Foto: Reprodução/Google Play
CodyCross é uma divertida evolução das palavras cruzadas que testa seu conhecimento e ajuda a aprender — Foto: Reprodução/Google Play

Angry Birds Classic

Um dos mais conhecidos jogos para smartphones, a franquia Angry Birds ganhou sua popularidade graças a uma divertida jogabilidade de física aliada a um bom desafio e pássaros zangados com diferentes poderes. A versão Classic traz o primeiro game da série, que deu início à febre, porém as sequências e spin-offs como Angry Birds 2Angry Birds SeasonsAngry Birds Star Wars também são boas opções de jogos leves.

Angry Birds Classic lembra aos jogadores o motivo da franquia ter se tornado tão popular — Foto: Reprodução/ZC-Infinity Reviews
Angry Birds Classic lembra aos jogadores o motivo da franquia ter se tornado tão popular — Foto: Reprodução/ZC-Infinity Reviews

Kalculia

Um jogo simples com cálculos de matemática simples envolvendo as operações básicas. Pratique a tabuada e melhore suas habilidades em matemática de uma forma desafiadora e divertida. Desenvolvido por Lascante Games. Disponível para download em: Google Play.

Foto: Reprodução/Google Play

Helix Jump

Um dos games mais simples e viciantes da lista, Helix Jump conta com uma mecânica fácil de jogar na qual basta abrir o caminho para uma bola cair através de discos. O desafio fica por conta de desviar de partes do trajeto que encerram sua jornada e causar grandes combos ao atravessar vários discos em sequência.

Helix Jump é um jogo extremamente simples mas profundamente viciante — Foto: Reprodução/Google Play
Helix Jump é um jogo extremamente simples mas profundamente viciante — Foto: Reprodução/Google Play

Magikarp Jump

Atualmente há vários games de Pokémon disponíveis para smartphones como Pokémon GOPokémon Quest e Pokémon Duel, porém muitas vezes usuários esquecem um dos primeiros lançados: Magikarp Jump. Conhecido por ser o pokémon mais fraco e inútil da série, aqui os Magikarps têm todo o carinho que nunca receberam nos outros jogos. Usuários poderão criar seus próprios Magikarps e treiná-los para serem os melhores em saltos.

Magikarp Jump coloca um dos Pokémon mais inúteis da série em destaque para muita diversão — Foto: Reprodução/Google Play
Magikarp Jump coloca um dos Pokémon mais inúteis da série em destaque para muita diversão — Foto: Reprodução/Google Play

Plants vs. Zombies 2

Após o sucesso do primeiro jogo, Plants vs. Zombies 2 expandiu o alcance dos combates entre as plantas e os zumbis com um divertido elemento de viagem no tempo. Agora além de enfrentar diferentes tipos de mortos-vivos por fases semelhantes, é possível visitar vários cenários e reunir um time mais forte com plantas especiais para quando tiver alguma dificuldade.

Plants vs. Zombies 2 traz uma variedade ainda maior que o primeiro graças à viagem no tempo — Foto: Reprodução/Google Play
Plants vs. Zombies 2 traz uma variedade ainda maior que o primeiro graças à viagem no tempo — Foto: Reprodução/Google Play

PixelPuzzle

Um inesperado game gratuito da Konami, PixelPuzzle traz a tradicional mecânica de "Picross" para os smartphones enquanto utiliza gráficos dos jogos clássicos da empresa. Em jogos de Picross seu objetivo é interpretar números para descobrir como preencher linhas com pontos e desvendar a posição deles ao combinar as informações das linhas horizontais e verticais.

PixelPuzzle oferece um Picross gratuito com gráficos de games clássicos da Konami — Foto: Reprodução/Google Play
PixelPuzzle oferece um Picross gratuito com gráficos de games clássicos da Konami — Foto: Reprodução/Google Play

Qual o seu jogo online preferido? Comente!

Modo escuro do WhatsApp pode chegar em setembro para iPhones

Uma das novidades mais esperadas para o WhatsApp neste ano é o modo escuro e de acordo com o site WABetaInfo esta funcionalidade já tem data para chegar.

Ele deve vir junto com o iOS 13 nos iPhones, ou seja, os usuários da Apple poderão ter acesso já em setembro.

Rumores apontam para a chegada da funcionalidade no Android junto com o Android Q, que deve estar disponível até o fim do ano — mas a atualização pode demorar mais do que isso para estar disponível no OS da Google.

O modo escuro no WhatsApp deve funcionar como nos outros apps: mudando a cor de fundo para preto e das fontes para branco. De acordo com uma revelação recente do WABetaInfo, todas as telas do aplicativo de mensagens poderão ser configuradas no modo escuro, e não apenas as conversas.

whatsapp
(Fonte: WABetaInfo/Reprodução)

Quando a versão beta do aplicativo estiver liberada, os usuários de iPhone poderão testar esta funcionalidade ativando o Switch do telefone. Ainda não temos previsão para isso acontecer.

Fonte: Fayerwayer

↓
× Como posso te ajudar?