Evolução das Impressoras: Você Sabe Como Chegamos às Modernas Tecnologias de Impressão?

A história da evolução das impressoras é uma jornada fascinante que se estende por séculos, marcada por inovações que moldaram fundamentalmente a maneira como interagimos com a informação e revolucionaram a comunicação e a disseminação do conhecimento. Desde os primórdios da tipografia de Gutenberg até as sofisticadas impressoras 3D contemporâneas, cada capítulo dessa narrativa reflete não apenas avanços tecnológicos, mas também as demandas em constante evolução da sociedade e da indústria.

Gutenberg e a Revolução da Tipografia (Século XV)

O ponto de partida dessa odisseia remonta ao século XV, quando Johannes Gutenberg introduziu a tipografia com a invenção da prensa de tipos móveis. Este feito permitiu a produção em massa de livros, democratizando o acesso à informação e catalisando a Renascença. As prensas de Gutenberg eram revolucionárias, mas limitadas na reprodução de imagens e na velocidade de produção.

Revolução Industrial e Prensas Rotativas (Século XIX)

Com a Revolução Industrial, as prensas rotativas ganharam destaque no século XIX, possibilitando a impressão contínua em rolos de papel. Essa inovação acelerou a produção, sendo crucial para o boom da imprensa jornalística e a disseminação acelerada de notícias. No entanto, a complexidade gráfica permanecia um desafio.

Impressão Fotográfica e Offset (Século XX)

O século XX testemunhou avanços significativos com a introdução da impressão fotográfica e da tecnologia offset. A capacidade de imprimir imagens de alta qualidade, combinada com a versatilidade proporcionada pelo offset, redefiniu os padrões de produção gráfica. Essa tecnologia ainda é utilizada em muitas impressoras modernas, destacando a relevância contínua dessas inovações.

A Revolução Digital: Impressoras a Laser e a Jato de Tinta (Década de 1970)

A década de 1970 marcou a transição para a era digital da impressão com a introdução das impressoras a laser e a jato de tinta. As impressoras a laser, utilizando tecnologia de toner, ofereciam velocidade e precisão incomparáveis, enquanto as impressoras a jato de tinta proporcionavam cores vibrantes e resolução de alta qualidade. Essas tecnologias não apenas transformaram a produção gráfica, mas também democratizaram a impressão, permitindo que usuários individuais tivessem acesso a dispositivos de alta qualidade.

Impressoras 3D: A Fronteira da Inovação (Início do Século XXI)

O início do século XXI trouxe uma inovação disruptiva: a impressão 3D. Esta tecnologia revolucionária permitiu a criação de objetos tridimensionais camada por camada, desafiando conceitos tradicionais de fabricação e abrindo novos horizontes em setores como medicina, arquitetura e manufatura. As impressoras 3D não apenas simplificaram a prototipagem, mas também possibilitaram a personalização em massa e a produção sob demanda.

Impressoras Inteligentes e Sustentáveis: O Presente e o Futuro

No cenário atual, testemunhamos a ascensão de impressoras inteligentes, conectadas à nuvem e integradas a uma ampla gama de dispositivos. Esses dispositivos não apenas imprimem, mas também se adaptam às necessidades do usuário, oferecendo uma experiência mais intuitiva e eficiente. Além disso, a sustentabilidade tornou-se uma prioridade, com o desenvolvimento de tecnologias ecoeficientes e a ênfase na utilização de materiais recicláveis na impressão.

A evolução das impressoras é um testemunho do engenho humano, refletindo não apenas o avanço tecnológico, mas também a incessante busca por eficiência, qualidade e funcionalidade. Desde os dias da tipografia até as modernas impressoras 3D, cada avanço contribuiu para moldar a maneira como compartilhamos informações, comunicamos ideias e materializamos conceitos. Enquanto nos projetamos para o futuro, é emocionante antecipar as próximas revoluções que continuarão a transformar o universo das impressoras e da impressão digital.

Tipos de Impressoras: Entenda suas Diferenças e Funcionalidades

As impressoras desempenham um papel crucial em nossas vidas diárias, facilitando a transformação de documentos digitais em cópias tangíveis. Com uma variedade de tipos disponíveis no mercado, é importante compreender as diferenças entre eles para tomar decisões informadas ao adquirir uma impressora. Neste artigo, exploraremos os principais tipos de impressoras, destacando suas características distintas e funcionalidades específicas.

1. Impressoras Jato de Tinta:

As impressoras jato de tinta são uma escolha popular para uso doméstico e pequenos escritórios. Funcionam pulverizando pequenas gotas de tinta diretamente no papel. Suas principais características incluem:

  • Qualidade de Impressão: Excelente para imagens e gráficos coloridos.
  • Custo Inicial: Geralmente mais acessíveis.
  • Tamanho Compacto: Ideais para espaços menores.
  • Manutenção: Podem exigir limpezas frequentes para evitar entupimentos.

2. Impressoras a Laser:

As impressoras a laser são conhecidas por sua velocidade e eficiência, sendo mais adequadas para ambientes de trabalho que demandam alto volume de impressão. Características notáveis incluem:

  • Velocidade de Impressão: Rápida, ideal para grandes volumes.
  • Custo por Página: Menor em comparação com jato de tinta a longo prazo.
  • Qualidade de Texto: Excelente para documentos textuais.
  • Toner: Geralmente mais duradouro do que cartuchos de tinta.

3. Impressoras Matriciais:

Embora menos comuns hoje em dia, as impressoras matriciais foram amplamente utilizadas no passado para impressão de formulários contínuos. Algumas características importantes são:

  • Impacto: Utilizam uma fita para imprimir através de impacto.
  • Uso Específico: Adequadas para formulários e documentos carbonados.
  • Custo Operacional: Menor custo por página em comparação com muitas outras.

4. Impressoras 3D:

As impressoras 3D revolucionaram a fabricação ao permitir a criação de objetos tridimensionais a partir de modelos digitais. Características-chave incluem:

  • Material Utilizado: Plástico, metal, cerâmica, entre outros.
  • Aplicações Diversas: Desde prototipagem até produção de peças personalizadas.
  • Complexidade Geométrica: Capazes de imprimir formas complexas.

5. Impressoras Multifuncionais:

Essas impressoras combinam diversas funcionalidades, como impressão, cópia, digitalização e fax em um único dispositivo. Características importantes são:

  • Economia de Espaço: Ocupam menos espaço do que ter dispositivos separados.
  • Conveniência: Ideal para uso doméstico e em pequenos escritórios.
  • Conectividade: Muitas oferecem recursos de impressão sem fio.

Ao escolher uma impressora, é fundamental considerar as necessidades específicas de uso. A decisão deve levar em conta o tipo de documentos a serem impressos, o volume de impressão esperado, a qualidade desejada e, claro, o orçamento disponível. Compreender as diferenças entre os tipos de impressoras permite que os consumidores façam escolhas informadas, garantindo que a tecnologia atenda às suas expectativas e necessidades.

Guia de Configuração e Instalação de Impressoras

Impressoras são dispositivos essenciais em ambientes de trabalho e residências, mas muitas vezes a configuração e instalação podem parecer uma tarefa desafiadora. Neste guia, forneceremos orientações detalhadas sobre como configurar e instalar impressoras em diferentes sistemas operacionais e redes. Independentemente de você ser um usuário doméstico ou um administrador de rede, este guia irá ajudá-lo a simplificar o processo.

Parte 1: Preparação

Antes de começar, é importante fazer algumas verificações e preparações:

  1. Compatibilidade: Certifique-se de que a impressora seja compatível com o sistema operacional que você está usando.
  2. Conexão: Verifique se a impressora está devidamente conectada à fonte de alimentação e ao computador. Use cabos USB ou configuração wireless, conforme apropriado.
  3. Drivers: Tenha os drivers da impressora à mão. Você pode obtê-los no site do fabricante ou no disco de instalação que acompanha a impressora.

Parte 2: Configuração em Sistemas Operacionais

Windows

  1. Conectar a Impressora: Conecte fisicamente a impressora ao computador ou à rede, se ainda não estiver feito.
  2. Instalar Drivers: Insira o CD de instalação da impressora ou baixe os drivers mais recentes do site do fabricante. Siga as instruções de instalação.
  3. Impressora Padrão: Vá para as configurações de impressão e defina a impressora recém-instalada como a impressora padrão.

MacOS

  1. Adicionar Impressora: Abra as "Preferências do Sistema" e clique em "Impressoras e Scanners". Clique no sinal de "+" para adicionar uma impressora. Selecione a impressora desejada na lista.
  2. Instalar Drivers: Se o MacOS não reconhecer automaticamente a impressora, siga as instruções para instalar os drivers fornecidos pelo fabricante.

Linux

Identificar a Impressora: Use o comando lsusb ou lspci para identificar a impressora conectada.

Instalar Drivers: Dependendo da distribuição, você pode usar o gerenciador de pacotes (por exemplo, apt-get no Ubuntu) para instalar drivers ou visitar o site do fabricante para baixá-los.

Parte 3: Configuração em Redes

Impressora com Conexão de Rede

  1. Configuração da Rede: Acesse o painel de controle da impressora e configure a conexão de rede, seja por cabo Ethernet ou Wi-Fi. Anote o endereço IP da impressora.
  2. Compartilhar na Rede: No computador que deseja imprimir, adicione uma nova impressora e escolha "Impressora de rede" ou "TCP/IP". Digite o endereço IP da impressora.

Impressora Conectada a um Computador na Rede

  1. Compartilhar a Impressora: No computador que está diretamente conectado à impressora, compartilhe-a na rede. Vá para as configurações de impressora e ative o compartilhamento.
  2. Adicionar Impressora na Rede: Em outros computadores na rede, adicione uma nova impressora e escolha "Impressora de rede" ou "Conectar-se a uma impressora". Procure a impressora compartilhada.

Dicas Gerais

  • Mantenha os drivers atualizados para garantir um desempenho adequado.
  • Para impressão sem fio, garanta que a impressora e o computador estejam na mesma rede Wi-Fi.
  • Alguns sistemas operacionais podem detectar e instalar drivers automaticamente, facilitando o processo.

 

Com este guia abrangente, você deve estar pronto para configurar e instalar sua impressora em diferentes sistemas operacionais e redes. Lembre-se de que as etapas específicas podem variar dependendo do modelo da impressora e do sistema operacional, mas as diretrizes gerais permanecem as mesmas. Com paciência e atenção aos detalhes, você estará imprimindo sem problemas em pouco tempo.

Sua empresa faz muitas impressões? Te apresentamos o Outsourcing!

Através deste serviço as empresas conseguem diminuir drasticamente os custos com impressão. Trata-se de um serviço de locação de impressoras. O outsourcing de Impressão inclui multifuncionais, scanners, plotters e também outros equipamentos ligados à impressão e cópias. Este é um serviço útil pois as empresas não precisam se preocupar com a aquisição de novos equipamentos.

O que é o outsourcing de Impressão?

Se refere a um serviço de impressão, que inclui o uso dos seguintes equipamentos multifuncionais, scanners, plotters e está relacionado à impressão e cópia, este é um processo importante pois envolve compra de suprimentos e troca de peças.

A gestão dos equipamentos é de responsabilidade da empresa que foi contratada, os serviços oferecidos são:

  • manutenção preventiva;
  • manutenção corretiva;
  • peças, suporte técnico;
  • ferramentas de monitoramento.

Este é um serviço extremamente útil para pequenas e médias empresas, é um serviço que pode ser utilizado em escritórios, fábricas, lojas, armazéns, instituições de ensino, hospitais e repartições públicas.

Qual o objetivo desse serviço?

Através do serviço de outsourcing de impressão, as empresas conseguem diminuir drasticamente os custos com impressão, podendo atingir os seguintes objetivos:

  • Manter atualizado o parque de equipamentos sem precisar investir;
  • Ter o controle do que está sendo impresso;
  • Estabelecer cotas de impressão para cada usuário;
  • Fazer a revisão e adequação de processos do papel para o digital;
  • A equipe de TI mantém maior foco nas atividades da empresa;
  • Há uma melhora na produtividade dos colaboradores, devido à redução dos tempos de parada, para a troca de suprimentos e manutenções.

Quais as etapas de implementação desse projeto?

Para que um determinado projeto aconteça é necessário que haja um levantamento do sistema de impressão. É importante que seja feita uma análise das necessidades de cada usuário, as informações que devem ser recolhidas são:

  • Quantidade de impressão no mês;
  • Períodos do volume de impressão;
  • Áreas com impressão mais crítica na empresa;
  • Formatos de papel, como A4, A3 ou outros;
  • Tipos de impressão;
  • Lidar com funcionalidades como: fax ou digitalização.

O  projeto abrange 6 etapas que são:

1.° Etapa de Levantamento

É importante que tenha uma visita do pré-vendas, para verificar o volume de impressão, nesta etapa são validadas as necessidades de cada departamento, também são apontadas as melhorias que devem ser realizadas.

2.° Validação técnica

A validação técnica envolve desde a aquisição do equipamento até desenho técnico, neste momento são definidos os modelos e quantidades que serão utilizadas, é neste momento também que são definidas as impressões em preto e branco e colorido.

3.° Validação comercial

Neste momento devem ser definidos as condições comerciais e de operação, durante a elaboração do contrato são estabelecidos "níveis de serviço, o atendimento técnico, o suporte aos usuários",

4.° Contratação e acompanhamento de cronograma

O contrato é necessário para definir os direitos e deveres entre as partes, deve ser detalhado o cronograma de implantação, esse processo evita ruídos e desgastes entre os usuários da empresa.

5.° Implantação

É necessário seguir o cronograma rigorosamente, neste momento devem ser escolhidos os seguintes itens: local de entrega dos equipamentos, roteiro e horário para a instalação, configurações.

6.° Etapa de operação

Geralmente, este é um serviço que costuma funcionar em escala de 24×7 (24 horas por dia, 7 dias por semana), é importante que todos os recursos estejam instalados.

Quais vantagens desse serviço?

Este é um processo inicial para transformação digital em todas as empresas, pois proporciona a redução de custos e outros benefícios abaixo:

  • Constante atualização da tecnologia;
  • Disponibilidade frequente dos recursos de impressão;
  • Mais produtividade da equipe de TI;
  • Manutenção em dia.

Quais cuidados na hora de contratar?

É importante analisar alguns fatores como experiência, competência, solidez, é necessário fazer uma pesquisa para checar a credibilidade da empresa e a qualificação dos funcionários.

Conclusão

Portanto, o outsourcing de impressão é um serviço extremamente eficaz para as empresas, pois ajuda a reduzir custos com equipamento. Fazemos atendimento para pequenas e médias empresas. Para saber mais sobre nossos serviços solicite já um orçamento conosco!

Você já limpou o cabeçote da sua impressora hoje?

A limpeza do cabeçote da impressora é uma das principais iniciativas para manter o equipamento em pleno funcionamento, evitando manchas e vazamento dos cartuchos por causa de sobrecarga gerada pelo acúmulo de resíduos.

O acúmulo de tinta ou de sujeira pode gerar obstruções tanto em equipamentos antigos quanto em equipamentos novos. Em muitos casos, a cabeça de impressão do equipamento costuma ser o local principal para o funcionamento do sistema de impressão sobre o papel.

Com exceção de alguns modelos de impressoras da HP que centralizam a cabeça de impressão no próprio cartucho, outras marcas populares como Epson, Lexmark e Canon utilizam cabeçote independente do cartucho.

Existem diversos modelos de impressoras que funcionam a jato de tinta e que podem sofrer com o acúmulo de tinta antiga ou sujeira em geral no ponto de saída do cabeçote causando entupimento, obstruções severas e riscos de defeito em todo o equipamento.

Limpeza de cabeçote

Mesmo que o usuário do equipamento não utilize a impressora de tinta diariamente, a tinta guardada no cartucho pode ressecar e entupir os orifícios de saída da tinta gerando falhas de impressão e desperdício de tinta.

Mas, seja no caso de um equipamento usado diariamente ou de forma pausada (intervalos de uso semanal, por exemplo) outros fatores como uso de tintas vencidas, cartuchos de má qualidade ou utilização de cartuchos importados que não são plenamente adequados podem causar danos irreversíveis.

Como limpar?

A seguir apresentamos passos simples para realizar a limpeza de forma orientada e correta.

1 – Limpeza através do painel

É importante ficar atento ao painel de informações na área frontal ou superior do equipamento. Ao lado dos botões de liga/desliga muitos equipamentos apresentam informações com alarmes de entrada e saída de papel, erros no posicionamento do cabeçote e obstrução de uma das entradas ou saídas do equipamento.

Ao observar as informações, é importante verificar se não existe algum alarme referente à falta de tinta, mesmo quando o cartucho ou toner está novo ou cheio de tinta.

Neste caso é indicado retirar o cartucho, verificar qual informação o painel indicará e colocar o cartucho de volta para reiniciar a máquina. Alguns modelos permitem fazer a limpeza prévia logo depois de recolocar o cartucho de volta.

2 – Através do software

Outro passo é abrir o software original da máquina da impressora. Através do software é possível verificar os níveis de tinta, fazer testes de impressão e calibrar as posições das cabeças de impressão.

Tente colocar mais folhas de papel para fazer três testes seguidos de impressão e autorize a limpeza do cabeçote de forma automática logo em seguida, tendo consciência que o processo de limpeza consome tinta.

3 – Verifique as condições do equipamento

Em muitos casos, quando o equipamento é mais antigo e não possui driver atualizado, torna-se  mais difícil fazer limpezas de forma automática via software, dependendo somente da ação manual.

Mas, mesmo no caso de um equipamento novo, pode ocorrer falhas causadas pela má instalação do cartucho ou sobrecarga de uso. Devemos considerar que o uso excessivo ou o uso intermitente do equipamento pode causar entupimentos e defeitos na cabeça de impressão.

Conclusão

Portanto, a limpeza de cabeçote da impressora pode ser feita através de mais de um caminho. Mas, para verificar se há algum tipo de entupimento, verifique se a impressão está sendo feita com falhas ou perda de nitidez nas cores.

Outsourcing de Impressão: o que saber antes de contratar

A impressão é uma atividade importante para qualquer empresa. Ela garante a apresentação de materiais impressos, como relatórios, contratos e outros documentos. Por isso, é fundamental que a impressão seja realizada por uma empresa confiável e com experiência no mercado. Se você está procurando uma empresa especializada em outsourcing de impressão, confira essas dicas antes de contratar!

O que é Outsourcing de Impressão?

O Outsourcing de Impressão é o processo pelo qual uma empresa contrata serviços externos para gerar materiais impressos, como documentos, brochuras e outros materiais.

Ao invés de adquirir os equipamentos e funcionários necessários para fazer a impressão internamente, a empresa contrata uma empresa especializada para realizar o serviço.

Vantagens do Outsourcing de Impressão

Contratar um serviço de Outsourcing de Impressão pode trazer uma série de vantagens ao seu negócio, entre elas podemos destacar:

- Maior eficiência na produção de materiais impressos;

- Redução dos custos de produção;

- Maior controle no processo de impressão;

- Acesso a técnicas e equipamentos melhores ;

- Liberação do tempo da equipe interna, para que possam se concentrar em outras tarefas.

Pontos-chave a considerar antes de contratar um Outsourcing de Impressão

Para que você não tenha prejuízos ou prejudique os seus projetos, é importante ficar atento a alguns fatores que podem influenciar diretamente na qualidade dos serviços que pretende contratar.

Para ajudá-lo(a), reunimos abaixo uma lista de fatores importantes que você precisa saber antes de contratar uma empresa para cuidar das suas impressões, são elas:

Experiência na área

É importante que você verifique se a empresa tem experiência e tradição na área. Verifique o histórico da empresa com seus clientes anteriores para ter certeza de que ela oferecerá um serviço de qualidade.

Serviços Oferecidos

Descubra quais são os serviços que a empresa oferece, desde os processos de impressão até a entrega dos materiais. Verifique também se eles oferecem serviços como acabamento, design gráfico ou outros serviços necessários para a produção dos materiais impressos.

Preço

O preço também é um fator importante, então compare os serviços e preços de várias empresas antes de tomar uma decisão. Verifique também se existem descontos para quantidades maiores ou serviços adicionais.

Prazos

Os prazos são fundamentais para garantir a qualidade dos serviços que você oferece ao seus clientes, portanto, a empresa de Outsourcing de Impressão que pretende contratar precisa ser comprometida com os prazos e respeitar a rotina do seu negócio.

Entregas

Verifique como a empresa de Outsourcing de Impressão entrega os materiais impressos, para que você possa garantir que eles chegarão a tempo.

Muitas vezes a conversa pode ser bem agradável, mas é fundamental ter os termos de entrega registrados em papel ou e-mail, assim você evita futuras dores de cabeça.

Ter Outsourcing de Impressão é uma ótima solução para as empresas reduzirem custos e obterem serviços de qualidade. Por isso, certifique-se de seguir essas dicas antes de contratar Outsourcing de Impressão para garantir que todo o processo seja realizado da melhor maneira possível.

Diagonal Informática: especialista em Outsourcing de Impressão

Quer economizar tempo e dinheiro na impressão dos seus documentos? A Diagonal Informática pode te ajudar! Temos uma equipe especializada em oferecer os melhores serviços sempre respeitando os seus prazos e clientes.

Portanto, fale agora com nossos consultores e descubra como agilizar os seus processos de impressão!

Leia também: 6 dicas de Manutenção Preventiva em Impressoras

6 dicas de Manutenção Preventiva em Impressoras

As impressoras são equipamentos essenciais para a rotina de qualquer empresa. Porém, com o tempo de uso, elas podem apresentar problemas que comprometam o seu funcionamento. Para evitar que isso aconteça, neste post, trazemos 6 dicas de manutenção preventiva em impressoras para manter o seu equipamento sempre em ordem!

6 Dicas para fazer a Manutenção Preventiva em Impressoras

As impressoras estão cada vez mais presentes em nosso dia a dia. Seja na escola, no trabalho ou em casa, elas facilitam a nossa vida. Mas para que elas estejam sempre funcionando da maneira correta é necessário realizar manutenções preventivas periódicas.

1. Limpeza do equipamento

A primeira dica é manter o seu equipamento sempre limpo. A poeira tende a se acumular, principalmente nos componentes eletrônicos, causando problemas no funcionamento da impressora.

Para fazer a limpeza periódica da sua impressora (pelo menos uma vez a cada 10 dias), use um pano seco para retirar a sujeira do equipamento e mantê-lo limpo.

Para sujeiras mais grossas, você pode usar um pano umedecido com água e sabão neutro. Nunca use produtos químicos ou solventes, pois eles podem danificar o equipamento.

Evite utilizar materiais abrasivos como esponja de aço ou lã de vidro, pois eles podem arranhar ou danificar as partes do equipamento.

2. Verifique os níveis de tinta ou toner

Além da limpeza, a manutenção preventiva em impressoras requer cuidados básicos como os níveis e a qualidade das tintas. É importante manter os níveis de tintas ou toner em dia, pois isso pode interferir diretamente na qualidade da impressão. Caso contrário, as imagens podem ficar manchadas ou com falhas.

Antes de escolher as tintas para sua impressora, verifique a procedência da mesma e a qualidade do produto. Impressoras com tintas originais tendem a imprimir por mais tempo e com qualidade superior.

3. Cuidado na hora da instalação do cartucho

Outro cuidado importante é manter os cartuchos limpos e bem instalados. A manutenção preventiva deve ser feita pelo menos uma vez a cada mês, para que não haja problemas na hora da impressão.

Caso o cartucho esteja sujo ou com defeito, a qualidade da impressão pode ser comprometida. Por isso, é importante manter os cartuchos sempre limpos e em boas condições de uso.

4. Verifique as conexões elétricas e usb

As conexões elétricas e usb também merecem atenção especial. É importante verificar se elas estão bem fixadas e em boas condições de uso.

Às vezes, uma simples manutenção preventiva pode evitar problemas futuros. Por isso, não deixe de fazer a manutenção do seu equipamento com regularidade.

5. Mantenha o software atualizado

Outra dica importante é manter o software da sua impressora sempre atualizado. As atualizações trazem melhorias no funcionamento do equipamento e ainda corrigem eventuais bugs.

Para manter o software da sua impressora sempre atualizado, basta acessar o site do fabricante e baixar as atualizações mais recentes.

6. Periodicidade de uso

Por fim, mas bem importante, lembre-se de sempre imprimir algo pelo menos 1 vez por semana, principalmente em se tratando de impressoras jato de tinta para evitar o entupimento das cabeças de impressão.

Conclusão

Como vimos, a manutenção preventiva em impressoras é fundamental para o bom funcionamento da sua impressora. Siga as nossas dicas e mantenha o seu equipamento sempre em ordem!

Em caso de qualquer problema, a melhor maneira de resolver é consultar um técnico especializado. Ele poderá identificar o problema e recomendar a manutenção mais adequada para o seu equipamento.

Portanto, se sua impressora apresentou defeitos ou precisa ser trocada, fale conosco e conheça nosso catálogo de produtos recém chegados!

↓