Tecnologia do aplicativo Coronavírus SUS será compartilhada com outros países

Argentina, Equador e Panamá foram os primeiros a solicitar e receber o código do aplicativo do Governo Federal

Publicado em 13/03/2020 13h41 Atualizado em 16/03/2020 11h21

Aplicativo está disponível de graça na loja virtual do Governo Federal, nas plataformas App Store e Play Store

O Governo Federal liberou o código do aplicativo Coronavírus SUS, desenvolvido pelo Ministério da Saúde e disponível gratuitamente na loja virtual do governo, na Apple Store e na Play Store. Com isso, outros países podem adotar a tecnologia e oferecer as informações para seus usuários, adaptando a língua e geolocalização.

Países como Argentina, Equador e Panamá já entraram em contato com o governo brasileiro e receberam o código do aplicativo. O app será liberado para outras nações que fizerem o pedido também.

De acordo com o secretário de Governo Digital, Luís Felipe Monteiro, os avanços na transformação digital do governo brasileiro potencializam não só a melhoria dos serviços públicos, mas também servem de referência para iniciativas de governos ao redor do mundo. “É motivo de orgulho podermos ajudar a população mundial a prevenir situações de crise, como a do coronavírus”, complementa.

Segundo o diretor do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), Jacson Barros, o aplicativo foi desenvolvido em apenas dois dias, usando a base tecnológica de um app que estava em desuso, o que facilitou o processo de atualização. “Estamos adaptando a aplicação para que possa ser utilizada em qualquer momento de crise. Hoje, é coronavírus. Amanhã, pode ser tuberculose, influenza, etc. Já estamos na fase de desenvolvimento”, afirma Jacson Barros.

Conscientização

O aplicativo Coronavírus SUS foi lançado em 28 de fevereiro para conscientizar a população sobre o coronavírus. Acessando o app, o cidadão vai saber como se prevenir e o que fazer em caso de suspeita e infecção. Também pode conferir se os sintomas que está sentindo são compatíveis com o da doença. A ferramenta, que conta com serviço de geolocalização, indica unidades de saúde próximas ao usuário.

Segundo a brasiliense professora de matemática, Gabriela Parreira, que baixou recentemente o aplicativo sobre o coronavírus, a ferramenta é importante também por tratar sobre fake news, que acabam prejudicando o conhecimento da população. "É bom que todos tenham acesso às informações corretas e de forma clara, explicou.

Com informações do Ministério da Economia

Deixe seu comentário

↓
× Como posso te ajudar?