Firefox Fenix

Firefox Fenix: a nova aposta da Mozilla

Ainda em desenvolvimento, a nova versão do navegador será a principal aposta da desenvolvedora depois de 2020.

Firefox Fenix
Reprodução

O Firefox é, com o Chrome, o Opera e o Brave, um dos navegadores mais populares para Android. A Mozilla se esforça para oferecer diferentes alternativas aos usuários — há várias versões do navegador na Google Play, como Firefox, Firefox Focus e Firefox Lite. E mais uma será adicionada: o Firefox Fenix. Ainda em desenvolvimento, ela será a principal aposta da desenvolvedora depois de 2020.

A Mozilla publicou seu cronograma para o Firefox e, segundo o documento, não haverá Firefox 69 para Android. A partir de setembro, o Firefox passará para o canal ESR (uma versão com suporte estendido que não recebe atualizações, a não ser correções de bugs) para que, quando a versão estável do Fenix for lançada, as anteriores sejam abandonadas.

A ideia de passar o Firefox para o canal ESR é “oferecer aos usuários uma versão legacy segura com suporte do Firefox para Android até que o Fenix esteja pronto para a migração, o que vai minimizar custos”. As datas principais são:

  • 14 de maio de 2019: lançamento do Firefox 67 para Android;
  • 9 de julho de 2019: lançamento do Firefox 68 para Android;
  • 3 de setembro de 2019: lançamento do Firefox 68.1 para Android e mudança para o canal ESR;
  • 22 de outubro de 2019: lançamento do Firefox 68.2 para Android;
  • 10 de dezembro de 2019: lançamento do Firefox 68.3 para Android.

Em 2020 (sem data específica), o Firefox não receberá mais suporte e será abandonado. Ou seja, os usuários que estiverem usando a versão 68.3 ou anteriores terão de optar pelo Firefox Fenix ou outra alternativa disponível, como o Firefox Focus.

O Firefox Fenix é um navegador mais simples, compatível com temas escuros e sincronização multiplataforma. É possível baixá-lo agora no formato APK em qualquer dispositivo Android. Ele tem 65MB, então a memória não é um problema.

Fonte: Olhar Digital

Amazon deve lançar satélites para levar internet para todo o mundo

A Amazon anunciou planos para lançar mais de 3 mil satélites para a órbita da Terra com o intuito de oferecer internet para pontos e comunidades desprivilegiadas do planeta.

A empresa está disposta a fazer esses planos se tornando realidade, tendo uma de suas companhias já em contato com a organização internacional responsável por coordenar o envio e localização de satélites na órbita do planeta.

Chamado Project Kuiper, o projeto da Amazon será liderado pela Kuiper System, divisão da empresa voltada para a criação dos satélites e como eles podem proporcionar internet para áreas sem acesso à essas conexões.

O projeto consiste em enviar 3.236 satélites para a órbita do planeta, em diferentes altitudes: 784 satélites a 590,6 km da superfície; 1.296 satélites a 610 km; e 1.156 satélites a 629 km da superfície. Com a angulação e distância, estima-se que a área de cobertura da conexão desses satélites possa cobrir 95% da população do planeta.

Imagem: Reprodução/Getty Images

A Amazon se junta a outras empresas que planejam lançar satélites para proporcionar internet para todo o planeta. A SpaceX planeja lançar mais de 12 mil satélites, a OneWeb tem planos para o lançamento de 650 unidades no espaço e até mesmo o Facebook já revelou ter planos similares para o futuro.

Ainda não existe previsão para quando o projeto se tornará realidade e proporcionará internet para todo o planeta.

Fonte: TecMundo

Microsoft confirma que não é preciso remover pen drive com segurança

O problema em remover pen drives sem a devida ejeção no Windows era o risco de corromper arquivos

Por Lucas Agrela 8 abr 2019, 19h00 - Publicado em 8 abr 2019, 18h40 (EXAME.com)

 

Microsoft confirma que não é preciso remover pen drive com segurança
(Getty Images/Getty Images)

Se você sempre foi a pessoa que alertou os amigos sobre a importância de remover o pen drive do computador com segurança, clicando com o mouse no ícone do pen drive e selecionando a opção “remover”, saiba que isso não é mais necessário no sistema Windows 10.

A Microsoft mudou sua página de suporte sobre o assunto e adicionou, em outubro do ano passado, um novo recurso chamado quick removal (remoção rápida, em inglês). O problema em remover pen drives sem a devida ejeção no Windows era o risco de corromper arquivos. Isso acontecia por o sistema operacional poderia estar gravando dados no acessório e a remoção física sem o aval digital ocasionaria falhas.

O quick removal vem para resolver essa questão. Ele evita que o sistema esteja constantemente gravando informações no pen drive, o que viabiliza a remoção a qualquer momento.

Apesar de a novidade ter aparecido na página de suporte em outubro, ela só ganha projeção agora que a Microsoft notifica profissionais de TI sobre o novo recurso do Windows 10, como informa o The Verge.

Mesmo com a novidade, a opção de remover o hardware com segurança ainda aparece no sistema Windows 10.

Fonte: EXAME.com

Como controlar o som das abas do Chrome utilizando teclas de atalho

O Chrome removeu a função de desabilitar o som das abas em suas últimas versões, mas esta dica lhe ajudará a controlar melhor o som delas

Já faz algum tempo desde que o Google implementou no seu navegador Chrome, um ícone de um alto falante ao lado de uma aba reproduzindo um som. Entretanto, nas últimas atualizações feitas no browser, este botão, apesar de continuar a aparecer, tirou a possibilidade de mutar ou silenciar uma aba com um clique sem ter que a abrir.

Felizmente, caso você esteja sentido falta desta função no Chrome, ainda é possível recorrer a algumas extensões, que facilitam o trabalho de silenciar as outras abas abertas no navegador. A seguir, veja como silenciar as abas do Chrome com mais facilidade.

Como funciona

Nas últimas versões do Chrome, o Google desabilitou por completo a possibilidade de silenciar apenas as abas, deixando você somente mutar um site por completo. Até mesmo os parâmetros do navegador para esta função foram removidos, entretanto, extensões, que não mexem diretamente neles, podem mutá-las sem afetar os sites acessados por você.

Quais são os comandos e como instalar a extensão

O complemento a ser utilizado no Google Chrome para realizar esta tarefa é bem simples de ser instalado. Entretanto, é necessário saber quais são os seus atalhos para poder utilizá-lo. Confira quais são:

  • Alt + Shift + N – Silencia todas as abas, exceto a que está aberta;
  • Alt + Shift + M – Silencia ou reabilita o som da aba atual;
  • Alt + Shift + ; - Ativa ou tira o som de todas as abas.

Agora, que você conhece os comandos para utilizar a extensão, é necessário fazer a instalação dela. Para isto, siga estes passos:

  1. Acesse este link para fazer o download da extensão Mute Tab Shortcuts;
  2. Clique no botão “Usar no Chrome”;

    Reprodução

  3. Na mensagem que surge, clique em “Adicionar extensão” e aguarde o processo ser finalizado;

    Reprodução

  4. Quando a sua instalação estiver completa, um ícone será adicionado ao lado da sua barra de endereços.

    Reprodução

Pronto! Agora, basta utilizar os atalhos de teclado para gerenciar o som de suas abas. Vale lembrar, também, que as funções do Chrome referente a silenciar sites podem continuar sendo utilizadas sem terem interferências em seu funcionamento por conta desta extensão.

Fonte: Olhar Digital

↓
× Como posso te ajudar?