Saiba por que vale a pena testar a atualização mais recente do Firefox

A última atualização do Firefox pode ser a oportunidade para você que está descontente com o Chrome experimentar uma alternativa.

Firefox

O navegador da Mozilla finalmente lançou o recurso de múltiplos processos simultâneos, que estava em desenvolvimento há 8 anos, e a versão 54 está sendo chamada de “o melhor Firefox até hoje”, segundo os termos da fundação.

A vantagem dos processos múltiplos é a melhoria de estabilidade. Isso significa que uma aba problemática não vai travar o navegador inteiro, nem o seu computador. É algo que o Chrome já fazia há muito tempo.

A questão que atravancou o projeto por tanto tempo é que esse sistema também causa uma sobrecarga de memória, que é o motivo pelo qual o Chrome também passou a ser acusado de consumir toda a RAM dos PCs. Afinal de contas, cada processo roda o motor de renderização do navegador.

No entanto, a Mozilla diz ter desenvolvido a tecnologia para evitar que haja o consumo de memória excessiva. Para isso, por padrão o navegador limita o usuário a quatro processos simultâneos, o que pode ser ajustado mexendo em configurações. De acordo com a fundação, este é o ponto em que não há excesso de consumo de memória RAM enquanto ainda tira proveito dos processadores com múltiplos núcleos. Para referência, o Chrome abre por padrão um processo novo para cada aba.

Se tudo isso se confirmar, o resultado é um navegador mais leve do que a concorrência. A Mozilla divulgou o gráfico abaixo que, apesar de pouco científico, mostra o que o navegador promete, consumindo praticamente metade (versão 64 bits) ou um terço (versão 32 bits) da memória RAM usada pelo Chrome.

Fonte: Olhar Digital

↓
× Como posso te ajudar?